#Infância


#Infância

Daqueles tempos,
o menino não crescido
ainda me habita.

Correndo descalço
pelo chão de terra batida
emaranha meus cabelos.

Na ponta dos pés,
encharcado dos brejos,
caçando girinos,
me leva pelas mãos.

Aquele menino
me acena de longe,
gritando meu nome:
quer porque quer
que eu volte.

Meus pés, no entanto,
estão fincados,
estacados no chão
de minha real/idade.


(Flávio Offer - A Linguagem da Casa Esquecida - 09/07/2013)

Comentários

Postagens mais visitadas