DESEJO-TE


Gosto de ouvir o sussurrar
de sua voz...
Quando te olho
face a face
não ouço nada que dizes,
pois meus olhos só veem
teus lábios,
roubando de longe
o néctar que tanto desejo,
imaginando o beijo
que ali repousa,
o beijo que ali arde,
flameja esperando
também por outros lábios,
ansiando também por beijos.
Então este desejo
se enraiza em meu coração
e numa inconstância
me repele
e implora que eu diga...
Mas, meus olhos aflitos
só sabem olhar os teus olhos
e teus lábios.
E meus lábios só sabem
desejar teus beijos
que já não conseguem
dizer nada;
ficam a tagarelar
coisas sem sentido,
escarnecidos por este desejo louco
de sentir os teus!

Comentários

  1. Eu tenho este livro e acho ótimo este livro

    beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

SEJAM BEM-VINDOS!
Caríssimos amigos leitores, escritores, poetas e seguidores:

é com grande entusiasmo que lhes recebo em meu espaço. Façam dele um lugar de interação e descobertas, quiçá, aprendizado e trocas de experiências. Todos os comentários e/ou sugestões são bem-vindos. Boa leitura a todos! Apreciem, se refestelem e comentem.

Abraços.
Flávio O. Ferreira

Postagens mais visitadas