Cavalos Azuis

Franz Marc - Cavalos Azuis



"Um poeminha atormentou meu cochilo
murmurando a meus ouvidos
que, quando velho, em minha caduquice,

poderei ter cavalos azuis...


Mas, o que fazer,
se já agora,
eu os tenho?"

Comentários

Postar um comentário

SEJAM BEM-VINDOS!
Caríssimos amigos leitores, escritores, poetas e seguidores:

é com grande entusiasmo que lhes recebo em meu espaço. Façam dele um lugar de interação e descobertas, quiçá, aprendizado e trocas de experiências. Todos os comentários e/ou sugestões são bem-vindos. Boa leitura a todos! Apreciem, se refestelem e comentem.

Abraços.
Flávio O. Ferreira

Postagens mais visitadas