Insônia(*)

Foto: Agatha Katzensprung

Eu vou levando a vida
até a última gota
até o último gole
dessa cachaça amarga.

Vou a desagrado
aos sonhos de outrem
aos meus próprios
moldando-me nesta amálgama.

Vou transbordando incoerência
fadiga e insônia
em conflitos tão meus!
Não canto nenhum canto
que encante quem ouve,
embora grite bem alto
para que as estruturas metálicas
percam a frialdade
e não mais me envolvam
de poeira e pó e fuligens.

Vou entediado e sem remédio
para elevar o ânimo;
para descobrir caminhos,
para transformar espinhos em sonhos.

Vou pequeno quando grande
sou maior que o mundo
e menor que o coração palpitante
de um recém-nascido;
vou prosseguindo em minhas algemas,
desconstruindo e destransformando.
Sou singular e assim prossigo
numa pluralidade descontente;
só preciso de uma nota musical
para definir minha canção.

E alguém diz friamente:
__ Tenha dó!
.
.
.
(*)Poema do meu segundo livro: ITINERÁRIO FRAGMENTADO (no prelo).
.
.

Comentários

  1. é uma canção esse poema mano.

    muito bom!

    abraço.

    ResponderExcluir
  2. Olá Flavio lindo poema como sempre, os seus poemas eu não tenho preguiça de ler.abraços.

    ResponderExcluir
  3. Olá. Gostaria de lhe fazer um convite. Estou organizando um blog chamado Poema Dia (http://poemadia.blogspot.com/) no qual 28 poetas se reunirão, cada um adotando um dia do mês no qual postará um poema de sua autoria. Por enquanto estamos reunindo os poetas que darão partida ao projeto. Lhe convido a participar. De uma olhada no blog e se tiver interesse me mande o Dia de seu interesse, uma foto e um breve perfil (se já tiver publicado podes tbm mandar um release de seu livro e formas de adquiri-lo). Fico no aguardo. Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Tão pessimista, melancólico, tão eu...
    Adorei!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

SEJAM BEM-VINDOS!
Caríssimos amigos leitores, escritores, poetas e seguidores:

é com grande entusiasmo que lhes recebo em meu espaço. Façam dele um lugar de interação e descobertas, quiçá, aprendizado e trocas de experiências. Todos os comentários e/ou sugestões são bem-vindos. Boa leitura a todos! Apreciem, se refestelem e comentem.

Abraços.
Flávio O. Ferreira

Postagens mais visitadas