Humor...(Geraldo Magela)


Comentários

  1. Flávio, voltando ainda devagar mas com muita vontade de estar fazendo parte. Especialmente da Poesia, né?
    Muito bom seu conto. E a Poesia de coisa nenhuma se traduz em poetar a vida real! Muito bom!
    Agora vou ler um pouco mais.
    Um beijo daqui do sul mineiro!

    ResponderExcluir
  2. E pensar que quase não passamos disso..rs Um beijo,saudades.

    ResponderExcluir
  3. Olá Flavio parabéns pelo seu talento em Poesia de Coisa Nenhuma e Estou Doente da Mente.Espero conhecer mais o seu trabalho.Abraços.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

SEJAM BEM-VINDOS!
Caríssimos amigos leitores, escritores, poetas e seguidores:

é com grande entusiasmo que lhes recebo em meu espaço. Façam dele um lugar de interação e descobertas, quiçá, aprendizado e trocas de experiências. Todos os comentários e/ou sugestões são bem-vindos. Boa leitura a todos! Apreciem, se refestelem e comentem.

Abraços.
Flávio O. Ferreira

Postagens mais visitadas