Uma marionete...

Pouco vivi pra ver Roma ruir.
Pouco, muito pouco vivi,
E, Roma não ruiu!
Nem Romeu viu
O rato que roeu
A roupa do Rei de Roma.
O Rei por ventura gritou
“ erro meu, erro meu.
É... Romeu!?
E eu fui vivendo;
Roendo os ossos da história
Fingindo-me leão,
Embora rato não seja!

Vou traçando meu caminho
Num mundo de espinhos
E pedras.
Vou me escondendo à sombra,
Às sobras de tudo;
Sob um muro de vaidades
Que corrompe a sociedade.
Vou seguindo padrões,
Observando tendências
E meu coração tende desanimar.
Já está a bater descompassado;
Fora do ritmo
De sambas enredos;
Nem bossa nova,
Nem MPB,
Nem Rock do bom.

Meu coração já está como Roma;
Ruminando um destino,
Triste e final destino.

Logo, encontrará o mal
Irremediável
E repousará como Roma
Adormecida.

Comentários

  1. A dureza do mundo. Pedras, espinhos. Palavras certas você escolheu. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. a ausência nos cerca de nós mesmos
    ilha-nos, e nada mais.
    abs.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo5:29 PM

    Roma nao ruiu..
    ou ruiu???
    Parabéns pelo texto.

    Florzinha....

    ResponderExcluir
  4. olá! ROMA É LINDO. SABES K SEMPRE TIVE HORROR A AVIÃO E SÓ CONSEGUI ENTRAR NUM PARA REALIZAR A MINHA VIAGEM DE SONHO? VER O CULISEU NA MINHA FRENTE , VIA SACRA,ENTRAR NO VATICANO FOI UM SONHO,PISAR AKELE CHÃO VÊR OS HOMENS VESTIDOS Á ROMANOS COM ESPADA NA MÃO E TIRAR FOTOS COM ELES FOI LINDO COM OU SEM RUINAS TÁ ALÍ UMA HISTÓRIA, UMA VIDA, MUITAS MORTES,MAS E HOJE ESSAS MORTES ACONTECEM E ÁS VEZES COM TANTA CRUELDADE. AMEI ROMA,FUI A VENEZA E DE SEGUIDA A MILÃO,MAS FOI ROMA K FICOU NO MEU CORAÇÃO. AINDA NAO CONSEGUI FAZER NENHUM POEMA A ROMA PQ PARA MIM É TÃO BELO K TENHO MEDO DE ESTRAGAR TANTA BELEZA COM UM POEMA FEITO POR MIM, SÓ AINDA FIZ UM DE MILÃO .
    UM DIA KERO LÁ VOLTAR OUTRA VEZ.
    SÓ DE LÊR ROMA ME FEZ FICAR AKI A SONHAR COM AKELE LUGAR MAGICO, OBRIGADO. SE KISERES VAI DAR UMA OLHADA NA ILHA DO FAROL H FICA AKI PERTINHO DE MINHA CASA,
    BJO
    CARLA GRANJA

    ResponderExcluir

Postar um comentário

SEJAM BEM-VINDOS!
Caríssimos amigos leitores, escritores, poetas e seguidores:

é com grande entusiasmo que lhes recebo em meu espaço. Façam dele um lugar de interação e descobertas, quiçá, aprendizado e trocas de experiências. Todos os comentários e/ou sugestões são bem-vindos. Boa leitura a todos! Apreciem, se refestelem e comentem.

Abraços.
Flávio O. Ferreira

Postagens mais visitadas