Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

3 Poesias de Anna Akhmátova

Anna Akhmátova (1889-1966), expoente da Escola Acmeísta, sua obra se caracteriza pela "linguagem concisa, direta e despida de ornamentos, atingindo o leitor menos por aquilo que é dito do que por aquilo que deixa de estar lá." Poesia não se explica. É para ser sentida. E a leitura dessa Antologia Poética quase me deixa sem sentido, abismado. Isto também não se explica. Me resta apenas dizer que fiquei encantado. Segue alguns poemas:
VISITA NOTURNA

Todos partiram e ninguém voltou

Não é no asfalto, de folhas juncadas,
que tu terás de esperar,
mas é no adágio de Vivaldi
que ainda nos veremos.
De novo as velas ficarão pálidas
sob o encanto do sonho;
mas o arco do violino não te perguntará
como aqui entraste à meia-noite.
Estes instantes hão de fluir com um
mudo e fatal gemido.
Na palma da minha mão, então, lerás
os mesmo milagres
e, do fundo de ti, a tua angústia,
em teu destino convertida,
te afastará de minha porta,
rumo ao lago gelado.

10 a 13/9/1963
Komarôvo

TREZE VERSOS

E …

Últimas postagens

Ideia fixa

Poemas de Linaldo Guedes

Três Poesias do Livro "Nós em miúdos" de Hercília Fernandes

Notas do Subsolo - Dostoiévski

ENQUANTO EU LIA O LIVRO

Um autor exigente

Vem aí o 2° Fliaraxá

LIII

Das coisa que não falei

#Infância